08/03/2008

Passando momentos de prova! Mas, em Jesus sou mais que vencedora!


Bom dia, boa tarde, e boa noite à todos!
Já estou adiantando porque estou passando por momentos de prova. E que prova!!!
Recentemente, há duas semanas atrás, meu filhote lindo Nathanael (foto), sofreu um acidente doméstico.
Ele pensou que era o Super-bebê, e acabou que o armário da cozinha caiu em cima dele, fazendo com que fraturasse o fêmur da perna esquerda.
Não é nada fácil, aliás, não está sendo nada fácil estes dias ter que entrar e sair do hospital. Hoje (08/03/2008), fazem duas semanas que ele está internado até que os ossos voltem ao lugar. Segundo o Traumato-ortopedista (estou orando por esse médico), ele ficaria 21 dias, até que ficasse totalmente curado. Desde que entramos naquele hospital, ele faz questão de lembrar isso pra mim. Não sei o que é, mas, que eu fico irritada, isso eu fico mesmo. Já pensou???!!! Eu desesperadamente, desesperada, louca para sair daquele hospital, tenho que ficar ouvindo esse médico dizer que vamos ficar 21 dias.
Às vezes, eu falo bobagens. Mas, dessa vez eu insisti que quero que Deus cure o meu filho. Oro a Deus, clamo por Ele, peço que nos tire daquele hospital, peço que cure o meu filhote, que ponha as mãos nele e sobre a perna dele e que emende os ossos do meu filho, e que transforme ele no sobrenatural.
Mas, o que me entristece, é que quando estou com todas as esperanças, vem esse médico lembrar da teoria prática que todos os médicos tem. Mas, eu insisto em que Deus irá curar meu filhinho e tirar ele dali, totalmente restaurado, totalmente são. Muitas vezes, não tenho forças nem para abrir a boca, de tanta tristeza, choro de novo, clamo novamente. E sabe o que Deus me responde? Ele me dá um profundo silêncio. A resposta que eu preciso ele me dá em forma de SILÊNCIO. Lembrei de algo agora que me fez lembrar, que quando eu queria muito a minha casa, Deus fez questão de me dizer que tudo é no seu devido tempo. E eu concordo com Ele, quem melhor do que Deus para falar e fazer o que quiser. Também lembrei que Ele me disse, que a sua vontade é BOA, PERFEITA e AGRADÁVEL. Daí eu me conforto mais, esqueço-me até dos problemas.
Fiz um questionamento, e também um pedido a Deus. O médico traumato-ortopedista, veio ver meu filho ontem (07/03/2008), e na conversa perguntei se podia ver o raio X, e ele disse que estava tudo bem, e que o menino só iria ficar até 21 dias e que era pra eu ter paciência. Fitei o olho nele, e disse que o Nathanael ia surpriender ele, que o que era impossível ao homem era possível para Deus. Ele se foi, dizendo que o normal era ficar até 21 dias (ô homem insistente). Fiquei conversando com o papai do céu. Disse Senhor, não me faça passar por mentirosa. Pois satanás é perito em acusar e perguntar, onde é que está o teu Deus? E eu quero que esse médico seja impactado com a recuperação do Nathanael, e que ele possa ver a Glória de Deus sobre a vida do meu filho. Não quero ficar com a cara no chão, enquanto eu estou aqui pedindo a restruturação dos ossos do meu filho. Mas, eu quero erguer a minha voz, como um trovão e cantar aleluia, quando o próximo raio X, for feito. E com certeza glorificar o teu nome.

Agora, pra minha surpresa enquanto eu falava isso, o Nathanael que não poderia se levantar da cama, pois não poderia forçar a perna por causa da tração que colocaram nele para puxar o femur quebrado, levantou-se e ficou sentando apoiando-se com as mãos e ainda por cima ficou puxando a tração como se quisesse tirá-la da sua perna, e não sentiu nem um pouquinho de dor. Fiquei um tanto receosa, já que ele não poderia ficar sentado conforme o médico disse. Santana ainda quis colocar dúvida no meu coração. Só que clamei, Meu Deus, é possível sim para Ti a cura do meu filho , eu creio, pelos olhos da fé, a cura do meu filho. E não vou ficar nervosa por causa disso.
O meu receio na verdade é que pelos movimentos de tentar se sentar, o Nathanael alterasse a posição do fêmur, e ficasse mais tempo do que o determinado por aquele médico.
Mas, depois de ver o poder de Deus na vida do meu filho, fazendo com que ele se levantasse sozinho. Eu pude ver a resposta de Deus. Já posso ver o Nathanael correndo pela casa, andando normalmente, dizendo mamãe chegou, e eu levando ele para a célula e para a Igreja que é o que ele mais gosta.
Há uns três dias atrás, ele não poderia nem sem mexer, que doía tudo. Não conseguia nem dormir que ficava gritando com dor. Mas, o que é impossível ao homem é possível para Deus! E eu creio que as orações que foram feitas por ele, chegaram aos ouvidos do Pai e tocaram o coração de Deus para que ele saia daquele hospital são, e com testemunho para contar do que Deus é capaz de fazer por amor dos seus pequeninos.
Peço que continuem em oração, e que a cura do Nathanael seja instantânea, para a honra e glória de Deus Pai. E para que seja um motivo de muita alegria, principalmente para mim, que estou com muitas saudades da igreja, e dos irmãos.
Graça e paz a todos.
Amém.
Share:
Postar um comentário