08/11/2008

Começa a série: Desembaraço eletrônico de Notas Fiscais - SUFRAMA


Como eu havia prometido, estou aqui passando algumas informações sobre o Desembaraço Eletrônico de Notas Fiscais, dentre outros que ocorrem no meio fiscal aqui em Manaus, para esclarecer dúvidas de alguns fornecedores, destinatários, transportadores e representantes comerciais. 


Primeiramente, antes de começar a falar diretamente no assunto, vamos saber o que é a Suframa. Então, vamos lá!









O que é Suframa?




A Superintendência da Zona Franca de Manaus
(Suframa) é uma Autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria
e Comércio Exterior que administra a Zona Franca de Manaus - ZFM, com a
responsabilidade de construir um modelo de desenvolvimento regional que utilize
de forma sustentável os recursos naturais, assegurando viabilidade econômica e
melhoria da qualidade de vida das populações locais.


Em 41 anos de existência, a Suframa viabilizou a
implantação dos três pólos que compõem a ZFM - comercial, industrial e
agropecuário - e promove a interiorização do desenvolvimento por todos os
estados da área de abrangência do modelo, identificando oportunidades de
negócios e atrai investimentos para a região tanto para o Pólo Industrial de
Manaus quanto para os demais setores econômicos da sua área de atuação.



Com recursos arrecadados com a prestação de
serviço das empresas beneficiadas com os incentivos fiscais do modelo ZFM, a
Suframa faz parcerias com governos estaduais e municipais, instituições de
ensino e pesquisa e cooperativas, financia projetos de apoio à infra-estrutura
econômica, produção, turismo, pesquisa & desenvolvimento e de formação de
capital intelectual. O objetivo é minimizar o custo amazônico, ampliar a
produção de bens e serviços voltados à vocação regional e, ainda, capacitar,
treinar e qualificar trabalhadores.








A Superintendência da Zona Franca
de Manaus - SUFRAMA, autarquia, criada pelo Decreto-lei nº 288, de 28 de
fevereiro de 1967, e vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e
Comércio Exterior, com sede na cidade de Manaus, capital do Estado do Amazonas,
a Suframa atua como agência promotora de investimentos, que tem a
responsabilidade de identificar alternativas econômicas e atrair
empreendimentos para a região, objetivando a geração de emprego e renda.


Os resultados positivos alcançados
pelo Pólo Industrial de Manaus (PIM) permitem a Suframa cumprir a função de
agência de promoção do desenvolvimento regional , priorizando e estimulando os
investimentos em capacitação científica, tecnológica e em inovação, para
impulsionar o uso sustentável das potencialidades Amazônicas.


As ações desenvolvidas pela
Autarquia refletem o compromisso do governo brasileiro com o desenvolvimento e
ocupação da Amazônia Ocidental, harmonizando crescimento econômico, preservação
do meio ambiente e qualidade de vida.


A Suframa tem a missão de promover
o desenvolvimento sócio - econômico, de forma sustentável, na sua área de
atuação, mediante geração, atração e consolidação de investimentos, apoiado em
capacitação tecnológica, visando a inserção internacional competitiva, a partir
das seguintes ações:


I - Identificar e divulgar
oportunidades de investimentos;


II - Atrair investidores nacionais
e estrangeiros e apoiar o empreendedorismo local;


III - Obter o reconhecimento
nacional e internacional como agência permanente de indução do desenvolvimento
sustentável;


IV - Identificar e estimular
investimentos em infra-estrutura pelos setores público e privado;


V - Estimular e fortalecer os
investimentos na formação de capital intelectual e em ciência, tecnologia e
inovação pelos setores público e privado;


VI - Consolidar o Pólo Industrial
de Manaus - PIM;


VII - Buscar o superávit da balança
comercial em sua área de atuação;


VIII - Incrementar as atividades
agrícolas, florestais e agroindustriais;


IX - Fortalecer as atividades do
comércio de mercadorias estrangeiras, nacionais e regionais;


X - Contribuir para o aprimoramento
da prestação de serviços relacionados às atividades econômicas de sua área de
atuação;


XI - Intensificar o processo de
articulação e de parceria com órgãos e entidades públicas e privadas;


XII - Buscar a permanente inovação
organizacional;


XIII - Contribuir para a
conscientização e consolidação do conceito de desenvolvimento sustentável na
região; e


 XIV - Aprimorar o processo de
interiorização dos efeitos do modelo ZFM.






Fonte: www.suframa.gov.br

Share:
Postar um comentário