04/11/2008

Desembaraço Eletrônico de Notas Fiscais

Temos aqui em Manaus uma empresa que é do meu pai, na verdade uma transportadora. Nosso nome fantasia é Trans-Infor Transportes e Despachos de Cargas, trabalhamos com liberação e desembaraço de notas fiscais, por enquanto não transportamos cargas.
Mas, aí você me pergunta: - O quê uma coisa tem haver com a outra?
Eu tenho visto com os trabalhos que fazemos aqui, ocorrer de prestarmos serviços para empresas fornecedoras e outras transportadoras, que não tem tido suporte técnico quanto ao desembaraço fiscal de notas fiscais junto a Suframa e Sefaz, órgãos de competência fiscal no Estado do Amazonas. E é muito comum a maioria das empresas de fora que não conhecem o procedimento de internamento junto a estes órgãos contratar serviços como os nossos.
Fiz um curso na Suframa em 2006 sobre o WS Sinal e Sinal 6.0, implantados no início de janeiro de 2007. Este curso foi bem proveitoso pra mim, porque hoje sei fazer a maioria das coisas em liberação fiscal, o que cabe a um despachante aduaneiro. Meu papito, é quase um expert no negócio, e como já diz um ditado, filho de peixe, peixinho é, não tenho deixado pra menos, e procuro me interar bastante nessa área, que tem crescido muito aqui no nosso Estado, apesar da crise financeira, que tem abalado o mundo.
Bem, resolvi escrever este post para dar início a alguns esclarecimentos e também algumas dicas que tenho certeza que irá esclarecer muito sobre essa parte das notas fiscais de internamento na suframa, e também sobre o PIN - Protocolo de Ingresso de Mercadoria Nacional aqui na Zona Franca de Manaus.
Tópicos a serem discutidos (não por ordem, pois não disponho de tanto tempo assim):
  • O que é a SUFRAMA?
  • Para que serve o PIN?
  • O que é o WS Sinal e Sinal 6.0?
  • O que é Vistoria Técnica?
  • O que é Internamento de Notas Fiscais?
  • Dentre outras coisas relacionadas.
Minhas fontes, além da própria experiência, também é baseada em informações coletadas do site da Suframa e Sefaz.
Se acaso você trabalha nessa área, ou é fornecedor e não mora em Manaus, e tem dúvidas sobre isso, aqui está a oportunidade.

3 comentários: