30/01/2009

O Espírito de Deus e a natureza humana

"Quero dizer a vocês o seguinte: deixem que o Espírito de Deus dirija a vida de vocês e não obedeçam aos desejos da natureza humana. Porque o que a nossa natureza humana quer é contra o que o Espírito quer, e o que o Espírito quer é contra o que a natureza humana quer. Os dois são inimigos, e por isso vocês não podem fazer o que vocês querem. Porém, se é o Espírito de Deus que guia vocês, então vocês não estão debaixo da *lei.
As coisas que a natureza humana produz são bem conhecidas. Elas são: a imoralidade sexual, a impureza, as ações indecentes, a adoração de ídolos, as feitiçarias, as inimizades, as brigas, as ciumeiras, os acessos de raiva, a ambição egoísta, a desunião, as divisões, as invejas, as bebedeiras, as farras e outras coisas parecidas com essas. Repito o que já disse: os que fazem essas coisas não receberão o *Reino de Deus.
Mas, o Espírito de Deus produz o amor, a alegria, a paz, a paciência, a delicadeza, a bondade, a fidelidade, a humildade e o domínio próprio. E contra essas coisas não existe lei.
As pessoas que pertecem a Cristo Jesus crucificaram a natureza humana delas, junto com todas as paixões e desejos dessa natureza.
Que o Espírito de Deus, que nos deu a vida, controle também a nossa vida! Nós não devemos ser orgulhosos, nem provocar ninguém, nem ter inveja uns dos outros." (Gálatas 5.16-26)
Para esclarecer o que ficou em asterisco:
*Lei: É um termo usado em vários sentidos, sendo que o sentido exato em cada passagem precisa ser buscado no contexto. 1) O termo é usado para qualquer "lei" de um grupo, religioso ou não (Êxodo 15.25; Ester 1.19; Atos 18.15).2) O termo também significa uma regra, um princípio ou norma (Romanos 7.23). 3) com muita freqüência, o termo é usado para designar o conjunto dos primeiros cinco livros do Antigo Testamento, o Pentateuco (Gálatas 4.21). Neste sentido, o termo geralmente aparece com inicial maiúscula. Várias vezes, outras expressões são usadas com este mesmo sentido, como "Lei de Moisés" (Mateus 5.17-18), "Lei do Senhor" (Lucas 2.23), "Livro da Lei" (João 1.45), "Livro de Moisés" (Marcos 12.26). Às vezes, este sentido engloba mais do que o Pentateuco, mesmo todo o Antigo Testamento (João 12:34)4) Em outro uso, "lei" se refere a mandamentos, preceitos e regras da Aliança do Sinai, dados a Israel por intermédio de Moisés (Romanos 3.19-20; Gálatas 3.17-21).
5) Em outros contextos, "lei" pode até designar uma instrução geral ou toda a revelação de Deus (Salmos 1.2; 2 Crônicas 17.9).
* Reino de Deus: Reino, Reino de Deus, Reino do Céu. O domínio de Deus sobre as pessoas e o mundo, tanto no presente como no futuro (Mateus 5.3; 12.28; Romanos 14.17). Às vezes também quer dizer a vida com Deus no céu (2 Timóteo 4.18).
Muitas pessoas tem procurado a paz em sua vida e também no mundo, mas se todos procurassem conhecer a verdade com certeza encontrariam a paz que tanto procuram. Pois, diz a palavra de Deus em João 8.32: E conhecerão a verdade, e a verdade os libertará.
Tenho lido muitos artigos na internet e em blogs de amigos do diHITT, que tem falado muito sobre paz. E isso me fez pensar antes de escrever este artigo. Abri a minha Bíblia e me deparei com o livro de Gálatas (observando que a minha é na versão NTLH - Nova Tradução na Linguagem de Hoje), e lá estava uma palavrinha significativa, "Mas, o Espírito de Deus produz a PAZ".
Se é o Espírito de Deus que produz a paz, por quê então procuramos a paz para o mundo e para as nossas vidas em outros lugares? Ocorre, que o ser humano é insatisfeito, procura a paz onde não existe, procure respostas onde não há. Torna sempre a sua busca difícil, emaranhando-se em lugares sombrios, e sem saída. Aderindo a idéias e escolhas erradas. Querem ter paz, mas não encontram no lugar correto. Porque acham tão difícil servir a Deus, procurar seguir a verdade.
Ficam cegos de egoísmo, praticam todo tipo de imoralidade sexual, e ainda apoiam tais práticas, são indecentes, invejosos e beberrões, e ainda acham isso natural.
- Ah, mas eu faço o que eu quiser e ninguém tem nada a ver com isso, dizem eles!
- E daí se minha vida é uma droga? Eu vou é aproveitar o pouco tempo que me resta, dizem ainda!
- Qual o problema namorar com mais de uma pessoa? Que culpa eu tenho de ser gostoso(a), acrescentam!
- Menos um no mundo não vai fazer diferença, eu quero é que todo mundo se dane! Eles gritam!
E por aí vão as indagações, palavras e ações. Vivem em pé de guerra. E ainda pensam que a guerra só acontece nos países a fora, e pedem PAZ para o mundo. Ter paz, é ter harmonia e concordância entre pessoas ou grupos. É se relacionar harmoniosamente com todos, ter serenidade.
E ainda pedem o AMOR, mas não praticam, se ele tem que estar dentro de nós. Alguns acham e confundem o amor com sexo. Ter amor, é ter zelo, dedicação, carinho, ternura pelas pessoas.
Para o ser humano a ALEGRIA, é fazer festas, é farrear até o dia amanhecer, é beber, cair e levantar, e voltar de novo no mesmo pique a fazer a mesma coisa. Ser alegre é estar sempre contente e feliz, demonstrando isso com palavras, gestos e ações.
Sabe a PACIÊNCIA? O ser humano não tem! Ele sempre está apressado para fazer alguma coisa, para fazer alguma maldade, ou para praticar algum ato ilícito. Ser paciente, é saber esperar, , suportar os males sem se lamentar ou se pertubar. É saber controlar-se e suportar pessoas coisas e fatos, ser calmo, ser tranqüilo.
E a DELICADEZA? Pensam que ser delicado é coisa de maricas, não entendem que essa palavrinha tem um significado importante, que é ser cortês, agradável, sensível, muitos não o são, são grosseiros, briguentos, e falam todo tipo de palavrão. Sua boca é como uma arma mortal.
A BONDADE, essa passa longe do ser humano, alguns praticam a bondade, fazendo doações, dedicando-se a alguma causa em comum. Mas, ser bondoso não é isso, é estar disposto a ajudar em qualquer situação, seja quem for. É praticar o bem, e não causar dano ou prejuízo ao próximo.
Ah, a FIDELIDADE, já não existem tantas pessoas fiéis. Muitos associam a fidelidade ao casamento, mas ela não está associada somente a este item, está associada ao trabalho, aos amigos, a família. Quantos não tem sido infiéis aos seus patrões e roubam ou mentem descaradamente? Quantos não mentem e prejudicam seus amigos e a sua família? Não são fiéis! E acham que assim está bom! Ser fiel é permanecer firme em suas obrigações, crenças e convicções.
A HUMILDADE não é apenas ser pobre, não é andar sujo, ou ter falta de algum capital. Ser humilde é ser simples, modesto, respeitoso, submisso. Que não se ensoberbesse.
E para isso, precisamos ter o DOMÍNIO PRÓPRIO, saber contrar nossas emoções, atitudes e frustações. Muitos não se controlam e acabam fazendo coisas que desagradam a Deus, e até mesmo quem o vê fazendo isso. A falta de controle tem deixado muitas pessoas em grandes enrrascadas, isso podemos ver na televisão 24 horas nos acontecimentos atuais.
O Espírito Santo de Deus produz frutos muito bons, e a vontade de Deus para o ser humano é boa, perfeita e agradável. Deus não exigem de nós sacrifícios humanos, bestiais, ou de sangue.
Jesus já pagou um preço muito caro na cruz do calvário para que hoje pudéssemos escolher o que fazer.
Quando falamos do Espírito Santo de Deus e dos seus frutos, colocamos a disposição algo não praticado pela humanidade, primeiro porque para termos esses frutos produzidos em nós, precisamos ter o Espírito Santo de Deus em nossas vidas.
Se realmente queremos que as coisas mudem, o que não irá acontecer no mundo, pois é profético o que tem acontecido nos últimos anos, devemos mudar a nossa maneira de agir e pensar. E colocar em nossas vidas uma unidade jamais vista em toda a terra, que é ter esses valores em nosso coração. E se nos despojarmos do nosso eu interior, naõ mudaremos o mundo, mas faremos a diferença no nosso meio social, familiar e principalmente na Igreja.
Não é díficil, apenas peça a Deus que venha mudar a sua vida, e que transforme ela sobremaneira que quem te conhecia antes, não reconhecerá hoje. Peça ao Espírito Santo de Deus que guie seus passos, que ajude você em seus projetos. Temos a nossa disposição três pessoas maravilhosas, que são Deus Pai (Todo-Poderoso), Deus Filho (Jesus, nosso Senhor) e Deus Espírito Santo (nosso intercessor, que interceder por nós com gemidos inexpremíveis).
Olha, eu não estou pregando para você! Apenas acredite no que é correto e justo, e faça valer a pena viver nesta terra, pois as coisas que aqui existem deixarão de existir. Muitos não crêem nisso, mas eu creio no Deus a quem sirvo, e com certeza, o esperarei quando ele vier em glória buscar a sua Igreja.
Então, quer colher frutos? Pense nisso!

0 comentários: