03/02/2009

Uma adolescente diferente - Parte Final

Continuando...

Érika, acordou pela manhã com muita dor de cabeça, e não sabia como parar tanta dor, tinha tomado remédios e nada. Até que decidiu pedir a sua mãe que a levasse ao médico para ver o que estava acontecendo. Foi então que na consulta feita no consultório, e depois de uma bateria de exames, ela e sua mãe descobriram que Érika tinha um tumor no cérebro em um local de díficil acesso que não conseguiriam operá-la, pois colocariam sua vida em risco, e a única coisa que poderiam fazer é esperar o pior.
A mãe de Érika ao ouvir aquela notícia do médico não sabia o que fazer, não teve reação lógica, e começou a falar ao médico que ele estava louco, que aqueles exames estavam errados. Então, Érika olhou para sua mãe, e com doçura falou-lhe: - Mãe, não fique assim, está tudo bem! Não vai acontecer nada.
E a mãe de Érika, inconsolada, não entendeu a reação de sua filha e então a questionou: - Como você pode dizer que está tudo bem, diante de uma notícia dessas!? Como posso me acalmar??
E Érika respondeu: - AquEle a quem eu confiei a minha vida, cuidará de mim, e tenho certeza que se algo tiver que acontecer comigo, será tudo porque Ele quis!
A mãe ficou boqueaberta, e abaixou a cabeça e em tristeza começou a chorar. Quem poderia imaginar que a sua filha iria falar algo tão forte assim. A mãe de Érika, estava afastada dos caminhos de Deus há anos, e não tinha mais esperança em nada. A única coisa em que ela confiava era sua própria determinação. Ela já havia se descepcionado demais com algumas igrejas e pessoas de onde ela participou ativamente, mas porque não conseguia se firmar, decidiu se afastar. Foi quando conheceu seu marido e casou-se, após quatro anos tentando engravidar, teve Érika. Mas, até aí ela não tinha se voltado para Deus. Era uma mulher triste e vazia.
Mas, ao ouvir o que a filha disse, passou como um filme toda a sua vida e tudo o que tinha feito.
E questionou a Deus: - Por quê a minha filha? Por quê com ela? Ela não errou, eu errei, era pra ser comigo! Ela ainda tem muita coisa pela frente? Ela tem trabalhado para ti e isso eu nunca a impedi de fazer!!! Por quê, por quê???
E passou o dia todo interrogando a Deus por tudo! Na verdade ela não conseguia entender tudo o que estava acontecendo.
Enquanto isso, Érika ficou no seu quarto lendo a sua Bíblia, lá ela se deparou com o seguinte versículo:
" Os que confiam no Senhor, são como os montes de Sião que não se abalam, mas permanecem para sempre" (Salmos 125.1)
E ficou ali, refletindo naquele versículo e disse a Deus: - Senhor, meu Deus e meu Pai! A ti eu entreguei toda a minha vida. Procurei andar nos teus caminhos e não me desviei dele, mesmo quando conheci meu namorado, nunca pequei contra ti, porque guardei a tua palavra no meu coração. Sei que deveria ter feito muito mais do que eu fiz durante estes anos em que eu tenho te servido. Mas, Senhor, não me deixe morrer, sem que eu veja os meus pais salvos e libertos! É só o que eu peço a ti. Tentei mostrar com atos e palavras aquilo que tu tens me ensinado na tua Palavra, e nunca os desobedeci. Mas, não posso sair daqui sem ver com meus olhos a salvação da minha família. Eu sempre profetizei que eu e minha casa serviríamos a ti, ó Deus. Se tiver que fazer algo, faça segundo a tua vontade. Amém!
Depois, disso Érika foi dormir, e ao acordar no dia seguinte, estranhou o silêncio em sua casa. Parecia que todos haviam saído e não a avisaram. Tomou seu banho, arrumou-se e depois de tomar café, foi para a escola. No caminho, encontrou algumas crianças que faziam parte do grupo em que ela participava na Igreja, onde ela era professora de Escola Bíblica Dominical. E com estranheza, eles perguntaram a Érika: - Tia, tem algo estranho acontecendo!? Porque a sua mãe e seu pai estão lá na igreja ajoelhados e não param de chorar. Estranhamos porque eles nunca apareceram lá! - Meus pais, na Igreja! Exclamou ela. E saiu correndo para ver o que havia acontecido.
Chegando lá, sua mãe e seu pai estavam ajoelhados. E Érika lembrou da oração que havia feito. E que Deus estava ali tratando sua família e preparando para o que viria. Então ela ajoelhou-se e agradeceu a Deus por tudo e disse: - Senhor, não tenho palavras pra te agradecer por tua bondade. Sei que me cercas todos os dias com fidelidade. Mas, nunca me deixes esquecer que tudo o que tenho e o que sou, até mesmo o que eu vier a ser, vem e pertencem a ti! E se assim for da tua vontade, se eu tiver de ser curada deste tumor, quero viver para fazer muito mais e ajudar minha família a ti seguir e servir fielmente, como eu tenho feito.
Havia naquela igreja uma irmã que era tomada em profecia e falava o que o Senhor mandava falar. E ela viu Érika e começou a falar em línguas e a chamou e disse: - Eu o Senhor Teu Deus que te chamo pelo teu nome, ouvi o teu clamor quando estavas no teu quarto, e não me esqueci das tuas palavras. Entregaste a tua vida a mim e tem sido fiel até aqui. Eu tenho te guardado e te livrado, tenho posto na tua boca as minhas palavras para que vá e pregues a toda criatura, a todo ser que respira, a palavra da verdade, que salva e cura. Ganhaste o mundo, mas, não havias ganhado a tua família pela dureza de seus corações, pois não davam ouvidos ao que você falava, por isso, coloquei esta enfermidade para que eles saibam que Eu Sou Deus e não há outro além de mim. E te digo que a partir de hoje esta enfermidade nunca mais aparecerá! E a ti dou poder para pisar serpentes e escorpiões, e te dou autoridade para curar vidas que estão enfermas, e te faço prosperar sobremaneira na tua vida espiritual e financeira. Para que vás e faça aquilo que eu mandar! Porque tenho me agradado de ti, minha filha! Eu o Senhor, falei.
Érika, saiu da igreja em risos de alegria, porque Deus a havia curado. Pela sua fidelidade com Ele ela foi honrada, pela sua obediência e amor aos seu pais, Deus a curou daquela infermidade maligna.
E tudo o que aconteceu com Érika serviu para que muitas outras pessoas que não a conheciam se aproximassem mais de Deus, não porque ela merecia honra ou méritos, mas porque era diferente, uma adolescente que não se preocupava somente consigo, mas tinha amor por outras pessoas menos favorecidas que ela.
Após sua cura milagrosa, foi fazer os exames novamente, e o médico não acreditou no que estava vendo, e sem saber o que falar disse que era impossível aquilo. Érika olhou para o médico e disse: Doutor, para Deus não há nada impossível! Pois, tudo é possível ao que crer. Os enfermeiros e demais colegas do médico que ali estavam não aguentaram e começaram a chorar e naquele instante, muitas vidas foram alcançadas através do testemunho de Érika.
Érika, hoje é Pedagoga, e tem uma Ong que cuida de crianças e adolescentes em risco. É líder Ministerial em sua igreja. E tem viajado pelo mundo todo para levar as boas novas do Reino.
Tudo porque ela decidiu viver segundo a vontade de Deus, e também porque quis ser diferente!
*Está história é fictícia. Mas, não deixa de ser comparada a muitos dos que procuram seguir uma vida verdadeira diante de Deus. Pois nada é impossível ao que crer!
Share:
Postar um comentário