Quando uma liderança desmorona

Existem tantas coisas nesse mundo a serem desvendadas, e uma delas é a liderança. A importância de se tornar um líder perfeito hoje em dia, leva muitas pessoas a fazerem coisas que não são relevantes, e a agirem de forma tão impulsiva e agressiva. Em um dos artigos que postei aqui no blog, nele foram colocadas as características de um líder. E não é nada agradável a quem não quer saber de liderar ou ser um líder segundo o coração de Deus. Como líder do Ministério Infantil Geração de Adoradores, tenho sofrido as duras penas da responsabilidade que é ter uma liderança de excelência, e todos sabemos que não se é perfeito em nada, o homem neste mundo. Pois se assim fosse, não estaríamos aqui hoje. A dificuldade na hora de tomar decisões é tão grande, que você não consegue saber se o que vai decidir vai agradar ou vai trazer frustrações. Fora o fato de que se tem que enfrentar pessoas de todos os tipos e de todas as qualidades e diferenças. O mais incrível ainda, fazer com que elas entendam a nossa posição como colaborador na obra. As vezes você se frustra com tantas coisas, que pensam em desistir de tudo, jogar o lenço branco. E então vem o outro lado da moeda, a cobrança. Quando se é líder de um ministério, há a cobrança, tanto dos liderados quanto daqueles que nos delegaram a liderança. E na hora de tomar decisões, eis a questão, deve fazer-se entender em suas posições e decisões, porque se elas não forem aceitas por todos, você com o ar de vilão da historia e deixa até de produzir mais com isso.

O pior é quando alguém decide passar a frente de sua liderança e sem nenhum compromisso e com muito escrúpulo, acaba destruindo tudo o que você construiu ao longo de sua liderança. Infelizmente, existem pessoas assim, que em vez de somar, fazem seu ministério diminuir, e ainda mais, diminuem a si próprios, o que gera incertezas e insegurança daquilo que se quer exigir. É o famoso, faça o que eu mando, mas não faça o que eu faço.

Decidi escrever este post, devido a um tempinho de reflexão que estou tendo em relação aquilo que Deus tem colocado em minhas mãos para fazer, e isso tem me deixado triste desmotivada e até mesmo pensando em desistir. Porque lideres que eu considero ter um pouco de liderança, agem de cabeça quente, e acabam se precipitando na hora de escolher as punições que dão aos seus liderados, frustrando todo e qualquer mover que venha acontecer. Na verdade, não tem direção, porque querem agarrar, o mundo sozinhos, com as mãos e esquece-se de delegar responsabilidades para aqueles que fazem parte do seu rol de liderança.

Será que isso tem acontecido com seu ministério, no seu trabalho, até mesmo na sua casa? De você estar querendo fazer algo para transformar o seu meio, o ambiente, e até mesmo as pessoas, e nada acontece, porque alguém não deixa você prosperar nos seus projetos e planos, alguém que não lhe ajuda a sonhar junto?

E aí, como agir num momento assim? Eu sinceramente, prefiro depositar minha confiança em Deus e esperar que ele faça os céus abrir sobre minha cabeça, abençoando a minha vida e as dos meus liderados ou pessoas que estão debaixo de minha autoridade .

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sugestão de Nomes para Células de Crianças, Pequenos Grupos, Rede Infantil, Cultos.

Monte sua história bíblica, lembrancinhas, diversos, utilizando materiais recicláveis.

Personagens bíblicos para histórias em E.V.A.