25/04/2009

O ministério infanto-juvenil hoje

por Lenilson Fraga

Não podemos mais dizer que, enquanto temos templo arejado, espaçoso e muito bem decorado, as crianças, quando tem sala específica por faixa etária é abafada, pequena, com mais crianças do que pode suportar e um mobiliário desproporcional ao tamanho delas.

Ainda há muito descaso com relação ao departamento infantil. As crianças precisam ser a igreja do presente para se tornarem a igreja do futuro.

Das crianças é o reino dos céus... mas não a prioridade na igreja. Das crianças é o reino dos céus... mas não o melhor local. Das crianças é o reino dos céus... mas não o melhor professor. Das crianças é o reino dos céus... mas não o melhor investimento. Das crianças é o reino dos céus... mas não o melhor material. Das crianças é o reino dos céus... mas não a melhor estrutura... mas não as finanças da igreja... mas não o obreiro treinado.

Para ser pastor faz-se seminário, para ser missionário faz-se missões, para ser ministro de música faz-se escola de música, mas para ser professor de crianças basta "boa vontade e se dar bem com elas".

Os pais tem muita preocupação a respeito da escola que colocarão seus filhos; se o ensino é forte, se é uma instituição séria, se tem professores bons, ensino de qualidade, etc. Será que o mesmo se aplica no que se refere ao ensino cristão? Tem sido o melhor professor, o melhor método, o melhor material e estrutura?

É preciso urgentemente formar líderes, professores e equipes para o trabalho com crianças, dentro e fora das igrejas. Gente que tenha chamado e vocação para esse ministério e tenha uma visão global das crianças, e do que ela passa neste século (52% entre 7-14 anos são vítimas de abuso sexual, 80 mil morrem por violência familiar, 10 milhões estão na indústria do sexo, fora divórcios e pais trabalhando fora e forçando os filhos a irem também).

As crianças também são alvo da grande comissão, além de evangelizá-las, precisamos fazer com que elas se tornem discípulas de Jesus. Não queremos que nossas crianças sejam religiosas, apenas freqüentadoras de igreja.

Enfim, que este pequeno alerta possa levar você a pensar na sua posição em meio a tão grande batalha.

Satanás não espera crescer, a igreja vai esperar?

0 comentários: