As regras do jogo

É comum aos educadores estabelecer normas para as atividades físicas que serão desenvolvidas com as crianças para que as aulas esportivas sejam organizadas e tenham um bom andamento.
Se isso é fundamental para um Plano de Aulas, por outro lado corre-se o risco de não levar em conta uma série de aspectos que só a criança sente ao praticar os esportesat.
Por isso, recomenda-se que ao trabalhar com atividades físicas e corporais com crianças pequenas, de ensino fundamental, procure-se envolver os alunos nesse processo de definição das regras do jogo.
Formar equipes, dispor-se em filas ou rodas – devem ser objeto de ensino e aprendizagem. Ou seja, é preciso ensinar as normas para o jogo ou para a dança, observando 3 pontos importantes:

1. conversar antes com os alunos para combinar regras de utilização do espaço e detalhes da atividade;
2. não esperar uma participação padronizada, pois alguns alunos ficam cansados antes dos colegas, outros preferem observar antes de fazer e o interesse e as competências entre eles são diferentes;
3. considerar que a forma de organização que o professor imagina nem sempre é a melhor. Por exemplo, formar uma fila pode impedir às crianças ver o que contece à frente.

Outra coisa que pode funcionar é, passar as regras, experimentar a atividade física com a turma e posteriormente, pedir que os alunos avaliem os pontos positivos e negativos do que praticaram. Depois dessa avaliação, eles podem sugerir modificações na organização da brincadeira e na duração das partidas.

Essa nova forma de organizar as aulas pode incluir uma prática de rodízio com “pequenos técnicos” do esporte, que façam desenhos e relatos escritos sobre a atuação das equipes e de jogadores individualmente.
É possível ainda fazer uma mescla de aulas práticas e aulas sobre os conceitos das modalidades esportivas (o que ajuda bastante em dias de chuva em escolas que não possuem quadras cobertas). Assim, o esporte (e a educação física) passa a ser para as crianças atividade séria, planejada, interessante, onde os próprios times decidem, no papel, a tática de jogo a adotar em campo.

Fonte: T. Querubim - Subsídio
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Sugestão de Nomes para Células de Crianças, Pequenos Grupos, Rede Infantil, Cultos.

Monte sua história bíblica, lembrancinhas, diversos, utilizando materiais recicláveis.

Personagens bíblicos para histórias em E.V.A.