Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2015

Direito da Criança Cristã

1. Direito a não morrer pelos pecados cometidos. Jesus já pagou o preço exigido por Deus (Rm 5.8).
2. Direito de conhecer o Caminho, a Verdade e a Vida (Jo 14.6)
3. Direito a ser filho de Deus através de Jesus Cristo (Jo 1.12).
4. Direito a vida abundante em Cristo (Jo 10.10).
5. Direito a ter uma armadura completa para defender-se do mal (Ef 6.11).
6. Direito de orar e receber resposta (Mt 7.8).
7. Direito de ressuscitar no último dia (1 Ts 4.14).
8. Direito a um novo nome na Glória (Ap 2.17b).
9. Direito a pertencer ao corpo de Cristo e atuar como parte importante nele (1Co 12.22).
10. Direito de receber proteção e cuidado especial para obter um crescimento saudável no conhecimento de Deus.

EXTRAÍDO DE http://www.ministeriokidsteens.com.br/direitodaccrista.html

Páscoa e o seu verdadeiro sentido

INTRODUÇÃO – É de origem grega, que, por sua vez, foi tirado do verbo hebraico PASOH que quer dizer: “Passar além; passar por cima”. No hebraico, a palavra descreve a passagem do anjo da morte, quando seriam mortos todos os primogênitos do Egito e poupados os israelitas.

I – A PÁSCOA PARA ISRAEL
INSTITUIÇÃO – Foi instituída no Egito para comemorar o acontecimento culminante da redenção de Israel – Êxodo 12.14

ELEMENTOS DA PÁSCOA
O Cordeiro - Representava o preço da redenção e libertação de Israel do Egito.

Os Pães Ázimos – Revelava a pressa com que abandonariam a terra do Egito. A farinha amassada sem ter recebido o fermento, por falta de tempo.

As Ervas Amargas – ou alface agreste, recordavam a opressão do Egito, a amargura do cativeiro, além de dar melhor sabor à carne adocicada do cordeiro.

O Sangue – Representava a expiação.

RITUAL DA CELEBRAÇÃO DA PÁSCOA
Deveriam tomar para si o cordeiro. Êxodo 12.3
A família deveria participar e comer todo o cordeiro. Caso a família fosse pequena, deveria…