30/05/2017

Como Ter Um Lazer Aprovado Por Deus? Ev. Robson Brito

Introdução
O que é Lazer? Essa palavra vem do latim licere: "ser lícito". Logo, a expressão "lazer" etimologicamente é diferente de "diversão" e "entretenimento". Significa na língua portuguesa "descanso, folga, ócio". Isso é realmente necessário ao ser humano. 

Jesus é 100 % homem e 100% Deus. Por certo quando era menino em Nazaré deve ter tido seu lazer como os outros, mas sem pecado. Ele até usou como ilustração as brincandeiras dos meninos de seu tempo: "Mas a quem assemelharei esta geração? É semelhante aos meninos que se assentam nas praças, e clamam aos seus companheiros, e dizem: Tocamo-vos flauta, e não dançastes; cantamo-vos lamentações, e não chorastes" (Mc 11.16,17). 

Biblicamente falando, o homem deve satisfazer suas necessidades dentro das orientações da Palavra de Deus. E essas necessidades são do espírito, são da alma e são do corpo do ser humano. Jesus não se preocupa só com uma parte da pessoa. Constatamos essa palavra de Cristo quando Ele declarou: "Eu vim para que tenham vida e a tenham com abundância" (Jo 10.10). É a partir disso que dizemos que Deus nos autoriza que tenhamos nosso momento de lazer. 

Nosso Deus é um Deus de alegria e de prazer. Quando o povo judeu teve um grande livramento diante do Rei Assuero, vemos que "E também os judeus das aldeias que habitavam nas vilas fizeram do dia catorze do mês de adar dia de alegria e de banquetes e dia de folguedo e de mandarem presentes uns aos outros. 

O Escritor do livro de Eclesiaste declarou: Então, exaltei eu a alegria, porquanto o homem nenhuma coisa melhor tem debaixo do sol do que comer, beber e alegrar-se; porque isso o acompanhará no seu trabalho nos dias da sua vida que Deus lhe dá debaixo do sol (Ec 8.15). Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e alegre-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração e pela vista dos teus olhos; Mas, mais adiante também disse: sabe, porém, que por todas essas coisas te trará Deus a juízo (Ec 11.9). 

Dessa forma, se o lazer é lícito; se Deus quer que descansemos e nos alegremos; mas, se irá nos julgar um dia, quer dizer que NOSSO LAZER DEVE SEGUIR ALGUMAS REGRAS. VEJAMOS NESSE ESTUDO 7 DICAS PARA TERMOS UM LAZER SEM CULPA: 

O meu lazer deve auxiliar minha comunhão com Deus

Tudo o que faz valorizar Deus em minha vida aumenta a minha comunhão com o Senhor. Se o meu lazer me dá prazer de reconhecer que eu sou uma manifestação da imagem e semelhança de Deus, então, esse lazer passa ser bom espiritualmente para mim.

Para tanto, meu lazer deve ocorrer em um horário apropriado e correto. Deve ficar muito abençoado alguém que dê o dízimo das 24 horas do dia exclusivamente com o trabalho do Senhor. Isso equivaleria a 2 horas e 24 minutos. Que bênção seria! Mas, mesmo que você não consiga dar o dízimo do tempo para Deus, você ter o seu lazer em um horário que não atrapalhe sua comunhão com o Senhor e nem a comunhão com os trabalhos ordinários da igreja local, onde Deus quer lhe abençoar.

Além disso, o meu lazer para auxiliar a minha comunhão com Deus não deve ser um prazer nos prazer nos padrões do mundanismo. Podemos ver que os prazeres acabam gerando grandes prejuízos. Podemos citar pelo menos duas, vamos utilizar a Bíblia na Linguagem de Hoje [nota de http://solascriptura-t.org: mudamos para a ACF, só ela é fiel ao TR, a BLH é inaceitável] para você entender melhor: a primeira é a Pobreza material: “O homem bom cuida bem de si mesmo, mas o cruel prejudica o seu corpo.” (Pv 11:17 ACF) ; a segunda é o Sufocamento da Palavra de Deus no coração: “E a que caiu entre espinhos, esses são os que ouviram e, indo por diante, são sufocados com os cuidados e riquezas e deleites da vida, e não dão fruto com perfeição;” (Lc 8:14 BRP)

O meu lazer deve revelar o amor que tenho pelo meu próximo

O lazer quer seja individual ou coletivo deve sempre valorizar a pessoa humana: fazê-la feliz; fazê-la alegre; fazê-la mais saudável. Muitas diversões e entretenimento praticados pelas pessoas que não conhecem a Jesus como Senhor não são lazer, por desrespeitar o ser humano. E amar ao nosso próximo é o segundo mandamento da Lei de Deus.

Se meu lazer escandalizar meu próximo não é lazer, é, na verdade, uma forma de fazer com o meu semelhante tropece na caminhada em direção ao Seu. Esse é o significado da palavra "escândalo".

Lemos sobre isso em 1 Co 10.31-33: “31 Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus. 32 Portai-vos de modo que não deis escándalo nem aos judeus, nem aos gregos, nem à igreja de Deus. 33 Como também eu em tudo agrado a todos, não buscando o meu próprio proveito, mas o de muitos, para que assim se possam salvar.” (1Co 10:31-33 ACF)

O meu lazer, além de ser lícito, deve ser conveniente

Paulo declarou: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma.” (1Co 6:12 ACF). Em uma linguagem mais simples ele quis dizer: Alguém vai dizer: "Eu posso fazer tudo o que quero." Pode, sim, mas nem tudo é bom para você. Eu poderia dizer: "Posso fazer qualquer coisa." Mas não vou deixar que nada me escravize (1 Co 6.12).

A palavra "lícito" quer dizer: "conforme a lei, legal, justo; admissível". Por outro lado, "conveniente" signfica: "Útil, proveitoso, interessante; vantajoso; favorável, propício, oportuno; decente. Deus ficará feliz se o seu lazer for conveniente.

O meu lazer deve fazer bem para minha saúde

Você deverá dar conta de como usou o seu corpo na face da Terra, pois ele não é simplesmente um amontoado de células: O nosso corpo é templo do Espírito Santo (1 Co 6.19)!

Muitos estão gravemente enfermos hoje por desobedecerem a Palavra do Senhor, que disse ao povo de Israel: "“E disse: Se ouvires atento a voz do SENHOR teu Deus, e fizeres o que é reto diante de seus olhos, e inclinares os teus ouvidos aos seus mandamentos, e guardares todos os seus estatutos, nenhuma das enfermidades porei sobre ti, que pus sobre o Egito; porque eu sou o SENHOR que te sara.” (Êx 15:26 ACF).

Entender e praticar a Bíblia é ter saúde.  Diversão que estraga a saúde não é lazer. No livro de Provérbios você encontra o seguinte alerta: “O caminho dos ímpios é como a escuridão; nem sabem em que tropeçam. Filho meu, atenta para as minhas palavras; às minhas razões inclina o teu ouvido. Não as deixes apartar-se dos teus olhos; guarda-as no íntimo do teu coração. Porque são vida para os que as acham, e saúde para todo o seu corpo.” (Pv 4:19-22 ACF).

O meu lazer deve ser praticado em companhia de gente de bem

O lazer passa ser pecaminoso, ou melhor, deixa de ser lazer para tornar-se mera diversão ou entretenimento que desagrada a Deus, fere a sua alma e sufoca seu espírito, quando ele é praticado com pessoas ímpias e escarnecedoras. O Salmista declarou que são “Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores.” (Sl 1:1 BRP).

Outros textos podem lhe orientar quanto às suas companhias. No Sl 119, versículo 63, você encontrará: “Companheiro sou de todos os que te temem e dos que guardam os teus preceitos.” (Sl 119:63 ACF). O sábio Salomão ensinou: “O que anda com os sábios ficará sábio, mas o companheiro dos tolos será destruído.” (Pv 13:20 ACF). Como são as suas companhias em seu lazer?

O meu lazer deve ser praticado com estado de paz interior e não deve gerar sentimento de culpa

Dentro de nós, isto é, dentro do nosso espírito, existe um alarme que se chama consciência. De acordo com o que Paulo escreveu até mesmo os ímpios possuem isso: “Os quais mostram a obra da lei escrita em seus corações, testificando juntamente a sua consciência, e os seus pensamentos, quer acusando-os, quer defendendo-os;” (Rm 2:15 ACF).

Sentir a consciência acusada é sentir culpa. Sentir-se culpado é sentir-se que não se está bem com Deus. Quando a diversão gera culpa, ela deve ser abolida da nossa vida.

Que Deus lhe abençoe e viva um lazer dentro dos propósitos divinos.


Ev. Robson Brito 
Copiado de http://www.pastoronline.com.br/

Todas as citações bíblicas são da ACF (Almeida Corrigida Fiel, da SBTB). As ACF e ARC (ARC idealmente até 1894, no máximo até a edição IBB-1948, não a SBB-1995) são as únicas Bíblias impressas que o crente deve usar, pois são boas herdeiras da Bíblia da Reforma (Almeida 1681/1753), fielmente traduzida somente da Palavra de Deus infalivelmente preservada (e finalmente impressa, na Reforma, como o Textus Receptus).
(Copie e distribua ampla mas gratuitamente, mantendo o nome do autor e pondo link para esta página de http://solascriptura-tt.org)

Share:
Postar um comentário